Search
Close this search box.

Tecnologia: Google anuncia projeto para conectar América do Sul à Austrália

Google

Projeto de cabos submarinos de fibra ótica deve custar US$ 50 milhões e ser finalizado em 2026, segundo o Google

Enquanto o Brasil corre o risco de ter apagão na internet por conta de uma delicada obra subaquática no litoral do Ceará, o Chile acaba de anunciar uma parceria com o Google para a instalação de um cabo submarino de fibra ótica que conectará a região de Valparaíso a Sydney, na Austrália.

O projeto do Cabo Humboldt, quando concluído, terá cerca de 1500 quilômetros de extensão e capacidade de transmissão de dados de 144 terabytes por segundo. O custo de investimento é estimado em US$ 55 milhões e o prazo de conclusão foi definido até 2026.

Parceria com o Google vai gerar crescimento econômico

De acordo com o Google, o cabo Humboldt deverá causar um impacto positivo na economia dos países, ampliando a velocidade e segurança na transferência de dados entre a América do Sul e Oceania, além de gerar lucro para os segmentos de comércio eletrônico e turismo. 

Cabos submersos no Brasil correm perigo

Enquanto o Chile anuncia a modernização de suas comunicações, o Brasil corre o risco de danificar seu sistema de conexão de internet por cabos de fibra ótica, o que pode causar um apagão nacional. O imbróglio acontece na Praia do Futuro, no Ceará, onde o governo estadual pretende iniciar em março a construção de uma usina de dessalinização. O problema é que o local da obra fica próximo aos cabos que conectam o Brasil à Europa.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF