Search
Close this search box.

Senador Cleitinho cobra atitude contra “invasão” do STF

Senador

O senador mineiro afirmou que as decisões recentes do STF não são de caráter ideológico, e ainda desafiou o Congresso a promover uma verdadeira reforma eleitoral

Em reação à “escalada legisladora” do Supremo Tribunal Federal, o senador Cleiton Gontijo de Azevedo – o Cleitinho(Podemos-MG) disparou contra as recentes decisões da corte sobre pautas de competência exclusiva do Congresso Nacional, como a do Marco Temporal Indígena, da legalização do aborto com até 3 meses de gestação, além da descriminalização do porte de drogas e volta do imposto sindical.

O político mineiro voltou a destacar a função do Senado, que é de revisar as ações do STF, e que pouco tem agido para combater a invasão de competência entre os poderes. 

“Cabe a nós aqui, ao Senado, a esta Casa revisora, que é a Casa maior do Legislativo do Brasil, poder barrar isso”, alertou Cleitinho. 

“E essa pauta não é ideológica, não, ela é de todos nós, de toda a população brasileira. Não tem essa de esquerda e direita, não, porque qualquer um pode ser afetado nessa situação”, complementou.

Senador Cleitinho ironiza reforma elitoral

Além de rechaçar a intromissão do Judiciário, Cleitinho apontou para a necessidade de mudanças na reforma eleitoral aprovada em regime de urgência na Câmara. O senador também defendeu a redução dos fundos eleitoral e partidário e o fim da propaganda eleitoral gratuita.

“Falou-se em diminuir o fundo eleitoral, o fundo partidário, que chega hoje a quase R$ 6 bilhões para fazer campanha. (isso significa) tirar dinheiro do povo brasileiro para fazer campanha, para chegar na campanha e te enganar, te roubar uma vez? — questionou”, ironizou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *