Search
Close this search box.

Ron DeSantis x Disney: governador da Flórida vence queda de braço com gigante do entretenimento

Ron DeSanctis

O governador da Flórida, Ron DeSantis (Partido Republicano), sancionou nesta semana um projeto de lei que extingue o poder de autonomia total do grupo Disney no estado. A mudança na lei fará com que a maior companhia de entretenimento do mundo seja submetida às regras estaduais, como as demais empresas em atividade.
“Como você dá a um parque temático autonomia total, mas trata todos os demais parques temáticos de maneira diferente?”, questionou DeSantis após assinar as novas regras. “Acreditamos que isso não era algo justificável ou sustentável”, comentou.

O projeto de lei HB 9B renomeia o distrito de Reedy Creek, onde o complexo Disney World está situado, para distrito de supervisão da Flórida Central, que somente pode abrigar contratados pela Disney nos últimos três anos.

“Desde os anos 1960, eles (o grupo Disney) desfrutaram de privilégios, diferentemente de qualquer empresa ou indivíduo no estado da Flórida já desfrutou”, apontou DeSantis. “Eles tinham isenções de leis que todos os outros tiveram que seguir, além de conseguir obter enormes benefícios sem pagar sua parte justa de impostos”, explicou o governador.

Ron DeSantis x Disney: antiga queda de braço

A história por trás da disputa entre Ron DeSantis e a Walt Disney Company vai muito além de problemas fiscais. As medidas regulatórias do governador da Flórida podem ser vistas como uma reação a lei aprovada por DeSantis que dá direitos totais aos pais à educação de seus filhos, proibindo a ideologia de gênero nas escolas. O antigo CEO da Disney, Bob Chapek, chegou a protestar publicamente contra as normas.

Dentro do complexo Disney, entretanto, a ideologia de gênero passou a ser seguida de forma religiosa. Nos parques da companhia, por exemplo, virou regra não saudar mais as crianças de forma individual, como “meninos e meninas”. A justificativa da imposição, segundo a gerente de diversidade da empresa, seria tornar a experiência “mágica e memorável para todos”.
Para DeSantis, a tentativa de interferir na educação das crianças foi o grande erro da companhia.

“Eles se moveram contrários ao seu próprio modelo de negócio”, afirmou o governador em 2022. “Sempre foi regra um entretenimento direcionado a todos, sem temer que as crianças fossem doutrinadas de forma ideológica”, explicou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *