Search
Close this search box.

Regime de Nicolás Maduro tira mais uma opositora das “eleições presidenciais”

Maduro

Corina Yoris “não conseguiu se inscrever” no processo eleitoral. Nicolás Maduro deverá ser candidato único 

A força de Nicolás Maduro prevaleceu e a candidata de oposição, Corina Yoris, não poderá disputar as eleições presidenciais da Venezuela, marcadas para 28 de julho.

Yoris – indicada pela opositora Maria Corina Machado para substituí-la na suposta corrida eleitoral – não conseguiu se inscrever a tempo no site do Conselho Nacional Eleitoral. O sistema, segundo o partido Unidade Democrática, teria “falhado” ao enviar um código para confirmar sua candidatura.

“Esgotamos todos os meios ao nosso alcance para resolver isso”, declarou Yoris. “O acesso está impedido para os partidos. Nem fisicamente pudemos fazer isso porque os acessos ao CNE estão ocupados militarmente e não conseguimos chegar”, ressaltou.

Na segunda-feira, entretanto, Nicolás Maduro conseguiu efetuar sua inscrição normalmente. 

Corina Machado alertou sobre intervenção de Maduro

Como o Paradoxo BR mostrou, o boicote à candidatura de Corina Yoris já havia sido alertado pela cassada Maria Corina Machado.

“Alerto os venezuelanos e o mundo sobre a manobra em curso para impedir a inscrição na CNE da candidata de toda a unidade democrática da Venezuela, Corina Yoris”, denunciou”.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF