Search
Close this search box.

Picanha mais cara: Preços dos alimentos fazem inflação subir

Pobre

IPCA de novembro ficou em 0,28% elevando inflação para 4,04%

A promessa de picanha mais barata deve ficar para mais tarde. De acordo com os dados apresentados nesta terça-feira (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)  subiu 0,28% em novembro. Os dados são utilizados pelo governo para medir a inflação oficial do país.

Segundo o IBGE, os  principais vilões da economia no mês passado foram os alimentos e as bebidas, que subiram 0,63%, causando impacto de 0,13% no indicador geral inflacionário. A alta de 0,28% no IPCA foi superior a outubro, quando o país encerrou o mês com alta de 0,24%.

Inflação passa dos 4% em 2023

Com os dados consolidados,  a alta acumulada e preços no período de 12 meses atingiu 4,68%. Já no equivalente somente ao ano de 2023, o IPCA bateu em 4,03%. De acordo com o ranking da inflação de novembro, os preços mais caros foram liderados pelos grupos: alimentação e bebidas (alta de 0,63%).,  despesas pessoais (0,58%),  habitação (0,48%), gastos com transportes (0,27%), saúde (0,08%) e  educação (0,02%).

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF