Search
Close this search box.

PEC “Anti-STF” será votada no Senado em 21 de novembro

PEC

PEC que limita o ativismo do Supremo Tribunal Federal ainda deverá receber últimos ajustes no dia da votação

 

A data já está marcada. A Proposta de Emenda à Constituição criada para limitar o ativismo judicial do Supremo Tribunal Federal entrou na pauta de votações do Senado, o que deverá acontecer em 21 de novembro. O anúncio foi realizado pelo próprio presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

 

De acordo com Pacheco, antes de a matéria ser votada pelos 81 senadores, haverá ainda a última rodada de apreciação do texto, que visa limitar os poderes do STF, como por exemplo, a efetividade de decisões monocráticas.

 

Para conseguir a aprovação do texto da PEC, serão necessários 49 votos na Casa Alta do Legislativo. Após a conclusão da votação, ela passará por nova análise da Câmara e dois turnos de votação no plenário.

 

“PEC anti-STF” é de autoria de senador do Podemos

 

Como o Paradoxo BR mostrou, a PEC de autoria do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR),  define inicialmente que pedidos de vista em tribunais devem ser limitados a 6 meses, com prazo máximo de prorrogação de 3 meses. O texto também veda decisões monocráticas que suspendam leis que abranjam a sociedade e proíbe suspender atos dos presidentes da República, Câmara e Senado.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF