Search
Close this search box.

Ministros do STF querem seguranças armados – e você irá pagar

Ministros do STF armas

Ministros do STF devem contar com mais seguranças, portando armas modernas, e serviço de motorista. O valor da compra é superior a R$ 1 milhão

Enquanto o governo Lula mira nos CACs com um novo decreto de caráter desarmamentista, os ministros do STF devem contar com mais seguranças armados.
Nesta segunda-feira, o Supremo Tribunal Federal abriu novo processo de licitação, avaliado em aproximadamente R$ 1 milhão, para reforço de sua proteção particular. O objetivo será o de contratar agentes que promoveriam guarida  aos ministros e seus familiares. Cada contratado pela corte portará uma arma 380 semiautomática e um colete de munição.
As incumbências listadas no processo de licitação incluem dar guarida aos membros do judiciário em eventos externos, além do serviço de condutor particular.

Ministros do STF terão benefícios negados a civis

Como o Paradoxo BR mostrou, o ministério da Justiça e Segurança deverá anunciar um decreto mais restritivo ao porte e posse de armas para civis. No início do governo Lula, um primeiro decreto já reduziu a capacidade de compra de armas e munições, além da frequência a clubes de tiro. O ministro Flávio Dino também chegou a acusar os CACs de fornecerem armas para o crime organizado.

Confira entrevistas exclusivas sobre o tema com especialistas em matérias publicadas pelo Paradoxo BR.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF