Search
Close this search box.

Mais um deputado da oposição vira alvo da Polícia Federal

Polícia Federal

Vice-líder da oposição foi intimado pela Polícia Federal para depor  no próximo dia 19

A Polícia Federal continua no encalço de parlamentares da oposição. Mais uma vez, o alvo é um integrante do Partido Liberal, o deputado federal André Fernandes. O político cearense – autor do requerimento da CPMI do 8 de Janeiro – foi intimado pela PF para depor nos dias 19 e 23 de fevereiro sobre uma suposta inserção de dados falsos no sistema da Justiça Eleitoral. 

No inquérito aberto pelo delegado Janderlyer Gomes de Lima, ele aponta que Fernandes se declarou como “pardo” em 2018 e “branco” nas eleições de 2022, quando foi eleito deputado federal com 229 mil votos.

Em resposta à intimação, André Fernandes classificou a operação como “piada de mau gosto”.

Inquérito da Polícia Federal pode atingir Flávio Dino

Caso André Fernandes seja punido por ter violado o artigo 350 do código eleitoral, mais políticos podem ser punidos. É o caso do recém-nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB-MA). Dino – eleito senador da república em 2022 – declarou ser “branco” nas eleições de 2014. Quatro anos depois, o maranhense disse ser “pardo”.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF