Search
Close this search box.

Governo Lula fechou contratos de R$ 14 milhões com empresa ligada ao garimpo ilegal

Governo

Segundo o MPF, empresa que fechou contrato com o governo  foi condenada   por transportar garimpeiros à Amazônia legal

O Ministério da Saúde fechou contratos no valor de R$ 14 milhões com a Piquiatuba Táxi Aéreo – empresa que responde na justiça por transportar garimpeiros ilegais na Reserva Biológica Maicuru, na floresta amazônica paraense. Os acordos foram firmados entre junho e agosto de 2023.

Em 2021, o Ministério Público Federal aceitou denúncia contra dois sócios da companhia: Edson Barros da Silva e Patrick Paiva da Silva. As informações foram divulgadas pelo jornal O Estado de S. Pau

Governo diz não “compactuar” com garimpo ilegal

Em resposta, o governo Lula disse não compactuar com a prática de garimpo ilegal, e que o serviço foi usado para acessar aldeias indígenas na região.

“Sem esses serviços, os profissionais de saúde que prestam assistência aos indígenas ficam impossibilitados de acessar as aldeias nos territórios, além de resgates para remoção de indígenas que precisam de atendimento especializado. A contratação desses serviços segue o rito legal e os procedimentos administrativos regulares, e o Ministério da Saúde adotará as medidas cabíveis assim que tomar conhecimento das decisões judiciais”, afirmou a pasta.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF