Search
Close this search box.

Governo Lula afirma que vacinação contra a dengue “não é a solução”

Dengue

Ministra da saúde afirmou que prioridade é controlar os “focos da dengue”

De acordo com o mais recente boletim do Ministério da Saúde, o  Brasil registrou mais de 217 mil casos de dengue nas primeiras quatro semanas de 2024. O número, segundo o órgão, representa o triplo do registrado no mesmo período de 2023. 

Com doses insuficientes da vacina para imunizar toda a população, a ministra Nísia Trindade disse que a campanha representa “esperança” para o país. Contudo, ao contrário do propagado na pandemia de covid-19, o governo Lula afirma que somente a vacina “não é a solução”.

A vacina é nosso instrumento de esperança em relação a um problema de saúde pública que tem quase 40 anos. Finalmente, temos vacina. Temos que celebrar. Mas, a vacina, no quantitativo que o laboratório tem hoje para nos entregar e sendo uma vacina de duas doses, numa situação como a que vivemos hoje, não pode ser apontada como solução”, alertou.

“Neste momento, agora, temos que lidar, principalmente, fazendo o controle dos focos e cuidando de quem adoece por dengue. Essas são as medidas. A vacinação vai seguir todos os critérios de prioridade que já divulgamos”, completou a ministra.

Região Sul tem disparada nos casos de dengue

Como o Paradoxo BR mostrou, os casos de dengue não param de disparar em todo o país. A situação mais preocupante é na Região Sul. Até a semana passada. foram registrados 10.961 casos nas duas primeiras semanas do ano, alta de 958% sobre o mesmo período de 2023.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF