Search
Close this search box.

Estados Unidos tentam libertar reféns com pressão sobre líderes árabes

EUA

O secretário de Estado norte-americano, Anthony Blinken, deu início nesta sexta-feira (13) à sua “excursão diplomática” pelos países árabes. A missão do emissário de Biden é tentar convencer os líderes a pressionar o Hamas para libertar seus reféns imediatamente

 

Depois de enviar embarcações para o Oriente Médio em suporte a Israel, os Estados Unidos começaram a atuar de forma diplomática na região. 

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, fará uma turnê por Catar, Arábia Saudita, Egito e Emirados Árabes Unidos para tentar “sensibilizar” as lideranças a convencer o Hamas a libertar os reféns sequestrados no sábado (7).

Blinken já esteve em Tel-Aviv nesta semana, quando conversou com o premiê israelense Benjamin Netanyahu.

Estados Unidos começam a pressionar Palestinos e Árabes

O primeiro compromisso de Blinken – que tem origem judaica – será com o rei Abdullah II, da Jordânia, e Mahmud Abbas, presidente da Autoridade Palestina.

“Vamos  pressionar os países para evitar que o conflito se espalhe pela região”, declarou Blinken.

“Eles poderão usar sua influência sobre o Hamas para que liberte os reféns de forma incondicional”, completou o emissário do governo Biden.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF