Search
Close this search box.

Em Londres, Moraes compara big techs com “depósito de cocaína”

Londres

Em discurso realizado em Londres e sem a cobertura da imprensa, Alexandre de Moraes comparou o armazenamento de dados das redes sociais com “depósitos de drogas”

Apesar da ausência da imprensa no evento, partes dos discursos de palestrantes convidados pelo Grupo Voto para o 1º Fórum Jurídico – Brasil de Ideias realizado nesta semana, no hotel The Peninsula, em Londres, foram divulgadas nesta sexta-feira (26) pela Folha de S. Paulo.

Em sua palestra, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, defendeu uma punição mais severa às big techs, comparando a atual gestão das redes sociais a um “depósito de cocaína”.

“As big techs dizem exatamente isso: que elas são grandes depósitos. Não há nenhum problema. Se você tem um depósito na vida real, você aluga o depósito e a pessoa que alugou faz de lá um laboratório de cocaína, você não tem responsabilidade por isso, você não sabia. Agora, se você descobre e faz um aditamento no contrato para ganhar 10% da venda da cocaína, no mundo real você tem que ser responsabilizado. Disso, ninguém discorda”, pontuou.

“No mundo virtual, se você simplesmente é um depositário de artigos, vídeos, você não pode ser responsabilizado. Agora, se você monetiza isso, se você coloca os seus algoritmos para direcionar com prioridade essas notícias, aí você está igual à pessoa que está ganhando 10% da cocaína”, comparou.

Brasileiros protestam contra Moraes em Londres

Fora das dependências do The Peninsula, um grupo de aproximadamente 20 brasileiros protestou contra a participação dos ministros do Supremo Tribunal Federal no evento que tinha como premissa “discutir aprimoramentos do processo eleitoral”.

Munidos com cartazes e megafones, os manifestantes chamaram os magistrados de “defensores da ditadura” e pediram liberdade de expressão.

“Nós não queremos uma ditadura, nós queremos liberdade de expressão e queremos um país pacificado. Essas pessoas (os ministros) não querem uma democracia. Eles querem um governo ditatorial. Eles dizem que vieram a Londres para discutir democracia, mas eles não querem democracia. Eles querem um governo autoritário”, clamou um dos manifestantes.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF