Search
Close this search box.

Deputada Caroline De Toni estreia nesta terça-feira como presidente da CCJ

Deputada

Deputada deve pautar os três primeiros PLs que visam ampliar penas para crimes de tráfico e estelionato

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados deve começar a discutir nesta terça-feira (12) os primeiros projetos de lei sob a presidência da deputada Caroline de Toni (PL-SC), eleita na semana passada para comandar a CCJ. 

Os três primeiros PLs têm em comum a intenção de ampliar penas para crimes já previstos no Código Penal Brasileiro, como estelionato e tráfico de drogas. 

Em seu segundo mandato no Legislativo, a parlamentar catarinense de 37 anos já protocolou projetos como o da obrigatoriedade do ensino da norma culta da língua portuguesa, além do fim da cotas para mulheres na política

.

Conheça os primeiros projetos pautados pela deputada

Proposto pelo deputado federal Kim Kataguiri (União-SP), o PL 986/2019 visa aumentar a pena mínima de 25 anos para quem cometer crimes graves mais de uma vez. Entre eles, tráfico de drogas e crimes hediondos. 

Já o PL 464/2022, de autoria da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), quer ampliar os agravantes para quem cometer estelionato em casos de exploração sexual.

Por sua vez, o PL 2663/2023 – enviado à Câmara pelo deputado federal Pastor Gil (PL-MA) – propõe aumentar a pena de crimes de estelionato contra crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF