Search
Close this search box.

Dengue já mata mais que em 2015, mas SUS ainda não tem vacina

Dengue

Dengue já supera níveis da pandemia da doença, ocorrida em 2015. Governo Lula afirma que vacina não irá demorar até 2025″, mas não divulga cronograma

Dados apurados pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) ligada à Secretaria Municipal da Saúde, revelaram que o número de mortos por dengue na grande São Paulo é o mais expressivo desde 2015. A apuração foi realizada pelo órgão entre janeiro e 13 de julho deste ano.

No total, 10 óbitos provocados pela doença foram registrados no período, além quase 11.500 casos de contaminação. Segundo a Covisa, o número é 4% superior aos números contabilizados no mesmo período de 2022. Em 2015 – considerado um marco epidêmico pelo Ministério da Saúde – foram registradas 25 mortes durante todo o ano.

Pouco antes do recesso parlamentar, o senador Eduardo Girão (Novo-CE) protestou contra o comunicado do Ministério da Saúde sobre uma eventual espera até 2025 pela produção de uma vacina contra a dengue com tecnologia nacional. O Japão é um país que já comercializa o imunizante e conta com estoques do medicamento.

“O problema é que o Brasil apresentou um aumento significativo de dengue no primeiro semestre de 2023”, apontou Girão.

“Foram quase 160 mil casos entre janeiro e fevereiro de 2023, um aumento de 46% em relação ao mesmo período de 2022. Diante disso, não se justifica, absolutamente, que o governo Lula protele a distribuição da vacina para favorecer a do Butantã, que ainda deve demorar no mínimo mais dois anos”, completou.

Vacina contra a dengue chegará apenas em 2025, garante governo Lula

Em resposta às críticas, o Ministério da Saúde garantiu acompanha com prioridade as pesquisas sobre a vacina brasileira, mas que não seria necessário esperar até 2025 para sua aplicação pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

“Sobre a matéria de O Globo publicada na segunda-feira (03/07), o Ministério da Saúde informa que não possui posicionamento contrário ao imunizante, e que em nenhum momento foi dito que a vacina só chegaria em 2025. O assunto é tratado com a devida urgência pela atual gestão”, garantiu a pasta.

A nova promessa do governo Lula é de distribuir vacinas importadas pelo SUS a partir do segundo semestre de 2023.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *