Search
Close this search box.

Crise na Colômbia: manifestantes invadem as ruas em protesto contra Gustavo Petro

Colômbia

Protestos reuniram cerca de 500 mil cidadãos em pelo menos 20 cidades da Colômbia

Enquanto os brasileiros lotavam a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, os colombianos saíram às ruas da capital Bogotá para protestar contra o governo do presidente Gustavo Petro. Segundo publicações locais, o número de participantes oscilou entre 250 mil e 500 mil, com envolvimento de pelo menos 20 cidades do país, com destaque para mobilizações em Medellín e Bucaramanga.

 

Entre as reivindicações populares, destaque para a tentativa do aliado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de usurpar a competência do Congresso. Petro tem baixado uma série de decretos para tentar emplacar mudanças no sistema de saúde e a escalada da violência.

 

Uma das medidas que enfureceu a população foi a aquisição das duas principais operadoras de saúde pela gestão federal. A medida determinou que milhões de beneficiários ficassem dependentes da gestão estatal.

Presidente da Colômbia chama movimento de “golpista”

O presidente colombiano, Gustavo Preto, afirmou que o manifesto de domingo seria uma tentativa de “golpe branco”, ao estimular a realização de novas eleições. O mandatário também defendeu seu pacote de reformas, criticando o “lucro privado”.

“Alguns setores querem um pacto que desfaça as reformas que são a favor do povo para manter enormes quantidades de dinheiro público utilizadas como lucros privados”, afirmou Petro.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF