Search
Close this search box.

Criminalidade em queda: governo Bolsonaro reduziu homicídios em 2022

Criminalidade em queda Brasil

Criminalidade em queda. Além de manter a economia respirando em meio à grave crise gerada pela pandemia, o governo Bolsonaro também se destacou no setor de segurança pública.

De acordo com dados apurados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de assassinatos registrados no Brasil em 2022 foi o menor em um intervalo de 15 anos, em um país onde a criminalidade ainda assusta.

De acordo com a apuração, o número de incidentes nesta modalidade foi de 40,8 ml, gerando média de 110 mortes diárias computadas nos 26 estados e no Distrito Federal. Na comparação com 2021, a queda foi de 1%, quando foram registrados 41,2 mil assassinatos.

Além do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os dados sobre criminalidade foram coletados e analisados pelo Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP).

Criminalidade chegou ao ápice após o impeachment de Dilma Rousseff

O pior momento do Brasil em relação ao número de homicídios foi registrado em 2017, com o total de 59 mil mortes durante a gestão do presidente Michel Temer (MDB-SP). Os números refletiram a falta de investimento do governo petista de Dilma Rousseff, que havia passado pelo processo de impeachment no ano anterior.

A partir de 2018, houve queda para 51,6 mil, e, desde então, o número de crimes permaneceu inferior a 45 mil por ano.

Confira o número de homicídios registrados desde 2007 no país:

 

2007 — 44.625
2008 — 45.885
2009 — 44.518
2010 — 43.272
2011 — 48.084
2012 — 53.054
2013 — 54.163
2014 — 57.091
2015 — 55.574
2016 — 57.842
2017 — 59.128
2018 — 51.558
2019 — 41.730
2020 — 44.061
2021 — 41.019
2022 — 40.824

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *