Search
Close this search box.

Covid-19: Senadores e especialistas criticam vacinação obrigatória em crianças

Musk

Audiência pública para discutir vacina contra convid-19  foi organizada pelo senador Eduardo Girão

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a pandemia de covid-19 terminou em março de 2023. Apesar do fim da crise sanitária, o governo Lula dobrou a aposta, obrigando crianças de 6 meses a 5 anos a serem imunizadas. O decreto já está em vigor desde janeiro deste ano

Em reação às regras impostas pelo Ministério da Saúde, senadores de oposição se mobilizaram para discutir em audiência pública os critérios do governo para a imunização dos menores – prática já abolida em quase todos os países.

Idealizador do debate, o senador Eduardo Girão (Novo-CE) afirmou que a aplicação da vacina contra a covid-19 em crianças não pode ser obrigatória.

“É inaceitável que uma criança seja punida com o impedimento do acesso à escola pelo fato de seus pais não terem autorizado uma vacina que não consideram segura, por não existirem dados suficientes sobre a eficácia e a segurança a curto e longo prazo e por não impedir o contágio e a disseminação viral”, declarou Girão.

Convidado para oferecer dados técnicos, o médico infectologista Francisco Cardoso condenou a medida do Ministério da Saúde.

“Neste momento, o Brasil é o único país do mundo que obriga a vacinação contra covid-19 na faixa etária de seis meses a cinco anos”, lamentou.

Italiano discorda da obrigatoriedade de vacina contra convid-19

A declaração de Cardoso recebeu apoio de seu colega italiano, o médico Andrea Stramezzi. O especialista afirmou que a obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 é um problema “principalmente para crianças mais pobres no Brasil, que têm menos recursos e dependem do sistema público de saúde e de ensino”.

“As crianças ricas não terão problemas de ir para escolas privadas, pagar taxas ou qualquer outra cobrança. Elas podem fazer o que elas quiserem, elas têm acesso a médicos, mas eu realmente acredito e penso nessas crianças pobres”, refletiu.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF