Search
Close this search box.

Comitiva brasileira denuncia violação dos direitos humanos na sede da OEA

Van Hattem

Deputados e integrantes da sociedade civil denunciaram à OEA abusos cometidos pelo sistema judiciário brasileiro

Após a coletiva realizada no ambiente mais disputado do Capitólio – o House Triangle – a comitiva de parlamentares brasileiros que viajou a Washington D.C para denunciar abusos de autoridade e violação aos direitos humanos esteve na sede da Organização dos Estados Americanos (OEA).

A visita, realizada na tarde desta quinta-feira (14), foi considerada “altamente proveitosa” pelos deputados, apesar de ocorrências anteriores em que as denúncias acabaram arquivadas.

“Felizmente, fomos muito bem recebidos. Estávamos ressabiados, pois muitas denúncias foram arquivadas e agora nos solicitaram que as apresentássemos novamente”, afirmou o deputado federal Marcel Van Hatten (Novo-RS).

Ludmila Lins Grilo elogia OEA

A juíza Ludmila Lins Grilo, que desde 2022 está asilada nos Estados Unidos, acredita que a reunião com os integrantes da comissão de direitos humanos da OEA pode representar “um passo à frente” para que o “Brasil possa ser libertado”. 

“Fomos ouvidos longamente. Pudemos contar nossas histórias, com detalhes e não fomos interrompidos. Eles foram bastante atenciosos. Pareciam impressionadas com que ouviram, mesmo conhecendo a história. Pessoas como eu e Allan do Santos, que ainda não tinham vindo falar, isso aconteceu hoje. Espero que a gente consiga dar mais um passo na libertação do Brasil”, destacou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF