Search
Close this search box.

Com reforma de Lula, valor da conta de água irá disparar

Água

Conta de água será reajustada em dobro com a entrada dos impostos estaduais e municipais promovida pela reforma tributária

Levantamento feito pela Abcon/Sindcon (Associação e Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) apontou que a conta de água do brasileiro ficará mais cara com a entrada em vigor da reforma tributária.

Segundo a associação, mesmo com os eventuais créditos de cashback, o aumento da tarifa deve ser de 18% em média. O reajuste ocorre em virtude da nova alíquota do IVA (Imposto sobre Valor Agregado), que deve passar de 9,25% para 27%.

Com a modificação, o mais pobre será o grande prejudicado pelo projeto apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tem como alvo principal ampliar a arrecadação.

Conta de água será turbinada com mais impostos

Além da “alíquota turbinada”, a tributação irá disparar os valores das contas de água em virtude da nova composição tributária. Atualmente, o brasileiro paga somente PIS e Cofins – todos eles, impostos cobrados pelo governo federal.

Pelas novas regras, o cidadão terá como encargos o ICMS e ISS, que serão substituídos pelo IBS (Imposto sobre Bens e Serviços), destinado a cobrir as necessidades de estados e municípios. Desta forma, o IBS se juntará ao CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços), que substituirá o PIS e Cofins como encargos federais.

Como o Paradoxo BR mostrou no ano passado, a reforma tributária petista deve aumentar os preços e gerar inflação em todos os setores da economia. O aumento da carga tributária foi desmentido pelo governo e apoiadores.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF