Search
Close this search box.

Com “participação de Elon Musk”, Bolsonaro vai a Copacabana pedir por “liberdade”

Bolsonaro

Evento comandado por Jair Bolsonaro e organizado por Silas Malafaia volta a atrair multidões no Rio de Janeiro. Manifesto foi acompanhado de perto por Elon Musk, com postagens no X

O dia de Tiradentes e o aniversário de Brasília perderam a relevância neste domingo (21) por uma ocasião especial. Mais uma vez, centenas de milhares de brasileiros foram à praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, a convite do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para se manifestar pela pela liberdade de expressão e contra abusos de autoridade.

Assim como em 25 de fevereiro, na Avenida Paulista, o evento – organizado pelo pastor Silas Malafaia – voltou a reunir ativistas e parlamentares de oposição, como os deputados Bia Kicis (PL-DF, Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP), Gustavo Gayer (PL-GO), Mario Frias (PL-RJ), Marcel Van Hattem (Novo-RS) e Luciano Zucco (PL-RS).

Bolsonaro iniciou seu discurso aproximadamente às 10h da manhã. Além de exaltar o trabalho feito pelo dono da rede X, Elon Musk, que gerou a série de reportagens Twitter Files Brazil, o ex-chefe do executivo disse estar “otimista” com o futuro do Brasil, ainda que algo ruim possa acontecer com ele.

“Temos tudo para vencer. Mesmo se algo ruim acontecer comigo, não percam a esperança, continuem a luta. Os covardes só podem fazer uma coisa comigo, como tentaram fazer no dia 6 de setembro de 2018 com Adélio Bispo, um de seus soldados”, afirmou Bolsonaro

Com um discurso mais agressivo, a exemplo do evento na Paulista, o pastor Silas Malafaia não mediu palavras para chamar o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, de “censor da democracia”.

“Todo ditador tem um modus operandi. Prende alguns para colocar medo nos outros para que ninguém o confronte. Quem o colocou como censor da democracia, Alexandre”, questionou Malafaia.

 

Elon Musk “participa” da manifestação de Bolsonaro

A maior diferença entre o manifesto do Rio de Janeiro e São Paulo foi a visibilidade internacional, em especial, nos Estados Unidos. Pela rede X, inúmeras postagens destacaram o evento. Atento às movimentações em Copacabana, Elon Musk interagiu positivamente em diversas postagens.

Ao encaminhar um vídeo da manifestação, o professor canadense Gad Saad comentou que boa parte do sucesso da carreata de Bolsonaro se devia às recentes ações de Musk. “Muito do crédito vai para Elon Musk. Uma força do bem mais uma vez!, escreveu Saad.

Em resposta, Elon Musk agradeceu dizendo: “Eu desejo o melhor para o povo do Brasil”.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF