Search
Close this search box.

Censura: deputado petista quer prender quem “atacar” urnas eletrônicas

Deputado

Deputado José Guimarães (PT-CE) quer prender quem “propagar fake news” contra o sistema eleitoral

A escalada da censura continua. O deputado federal José Guimarães (PT-CE) apresentou na semana passada um projeto que torna crime a “disseminação de informações falsas sobre o sistema eleitoral brasileiro”.

A proposta principal do Projeto de Lei 224/24 – que já está em análise na Câmara – prevê alterações no Código Eleitoral em vigor. A intenção do petista é tornar crime quem propagar “fake news” com a intenção de comprometer a credibilidade das urnas. O texto também mira “financiadores” de campanhas que difamem o sistema eleitoral.

Lei contra fake news não existe no código penal

De acordo com o PL, quem desobedecer a lei pode ser preso e ficar de 2 a 5 anos na cadeia. Caso o condenado seja um candidato a cargo eletivo, a pena pode ser elevada em mais 1 ano.

“A medida se justifica em face dos desafios crescentes relacionados à manipulação da opinião pública e à disseminação de desinformação durante os períodos eleitorais”, afirmou o deputado José Guimarães, que também responde como líder do governo Lula na Câmara.

Vale destacar que o PL de Guimarães ultrapassa os limites do Código Penal. Atualmente, não há na lei brasileira uma punição para fake news.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF