Search
Close this search box.

Ataque contra hospital palestino foi causado por terroristas, rebate Israel

Fake

Ataque contra Hospital Al-Ahli, em Gaza, foi provocado por terroristas da Jihad Islâmica, revela gravação das Forças de Defesa de Israel 

 

As Forças de Defesa de Israel (IDF) apresentaram nesta quarta-feira (18) mais evidências de que a explosão que destruiu o hospital batista Al-Ahli, em Gaza, foi provocada por terroristas e não por seus militares. O incidente ocorrido na noite anterior foi rapidamente aceito pela maioria dos veículos de comunicação do exterior, como sendo obra da IDF.

Para ratificar a informação, os israelenses apresentaram uma gravação interceptada por seu serviço de inteligência,  em que  agentes do  Hamas afirmam que a explosão foi causada por um projétil disparado pela Jihad Islâmica no estacionamento ao lado do hospital, e depois bombardeado por foguetes para atingir o edifício.

Israel foi acusada do ataque ao hospital

Logo após o ataque, Jordânia, Turquia, Egito, Arábia Saudita e outros países muçulmanos emitiram notas de repúdio, condenando os militares israelenses pelas mortes. Na Turquia, inclusive, palestinos chegaram a disparar rojões e morteiros contra a embaixada de Israel em Istambul. A acusação feita pelo Hamas ainda afetou a reunião de Benjamin Netanyahu com representantes da Autoridade Palestina, Jordânia e Egito.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF