Search
Close this search box.

Ataque a Israel: Políticos e entidades repudiam declarações de Genoíno

Israel

Israel sob ataque: Genoíno prega boicote a judeus e é denunciado no Ministério Público

Enquanto os  Ministério dos Direitos Humanos e da Justiça não se manifestam sobre a recente fala de José Genoíno (PT) sobre “boicotar empresas comandadas por judeus”  e até mesmo cortar relações com Israel, o ex-deputado federal foi criticado por autoridades políticas e entidades judaicas.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, declarou que “boicotar empresas de judeus é inaceitável” e que sua administração “repudia qualquer ataque ou discriminação”. A fala de Nunes, que disputa a reeleição, não citou nominalmente o petista.

Já o deputado estadual Guto Zacarias (União) foi mais além. O parlamentar decidiu apresentar uma queixa-crime contra Genoíno ao Ministério Público Federal de São Paulo. “Em São Paulo, racismo e intolerância religiosa não serão tolerados”, declarou.

Ataque a Israel: Entidades repudiam fala de petista

Além do manifesto de políticos, a Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro se uniu à Confederação Israelita do Brasil (Conib) contra as declarações de cunho antissemita de José Genoíno.

O presidente da entidade, Alberto David Klein, afirmou que esse tipo de afirmação atenta contra a segurança da comunidade judaica no Brasil.

“É extremamente grave que uma pessoa com essa projeção venha atentar contra a comunidade judaica que é trabalhadora, empreendedora, cumpre seus compromissos sociais e respeita as leis”, lamentou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF