Search
Close this search box.

Arábia Saudita presenteou Lula com espada de prata, aponta relatório

Arábia Saudita e os “polêmicos” presentes ao governo brasileiro. As joias presenteadas pelo governo saudita ao ex-presidente Jair Bolsonaro continuam povoando os veículos da mídia. Há poucos dias, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT-SP) comentou sobre o ocorrido, acusando de forma velada a gestão anterior.

“Ninguém ganha presente de R$ 16 milhões, e a Presidência da República não adotou os procedimentos cabíveis para incorporação ao patrimônio público”, acusou Haddad, sem provas – e sem recordar de acontecimentos semelhantes envolvendo os mandatos anteriores de seu atual chefe, Luiz Inácio Lula da Silva.

Em 2016, a Força-tarefa da Operação Lava Jato divulgou um extenso relatório sobre o material encontrado em diversas propriedades frequentadas por Lula, catalogadas pelo presidente de seu instituto, Paulo Okamotto. O aluguel desse acervo – que incluía milhares de itens presenteados por diversos chefes de estado – seria mantido irregularmente em containers pela empreiteira OAS, responsável pelo aluguel dos recipientes.

Arábia Saudita também presenteou Lula com presentes valiosos

As mais de 1000 páginas do relatório apresentam descrições completas de cada artefato, que deveria ser encaminhado ao Instituto Lula.
Da Alemanha, por exemplo, Lula recebeu um porta-joias feito de prata 925, totalmente revestido de veludo azul, com a etiqueta W.Beck.

Outro presente do governo alemão inclui uma pintura que combina serigrafia e aquarela em uma moldura branca e tampo de vidro.
A lista aponta também que Angola – pais onde o BNDES realizou diversas obras nas administrações petistas – foi um dos que mais cedeu presentes a Lula. O relatório feito por Okamotto aponta o recebimento de quadros, flâmulas, esculturas, placas de prata, roupas, artigos para casas, entre outros.

O acervo de Lula também contém presentes do governo da Arábia Saudita – país acusado por Haddad de conflito de interesses com o governo Bolsonaro.

Além de esculturas, camisas de futebol autografada e outros objetos de arte, os sauditas deram a Lula uma espada de quase 100 cm de comprimento, feita de prata com frisos. Em cada lateral da bainha da espada, há um punhal de marfim e ouro branco. O estojo que armazena o objeto conta com o selo do governo da Arábia Saudita.

Confira neste link aa descrição de parte do acervo de Lula mantido pela OAS  Muitos itens relacionados no documento ainda não foram devolvidos para a Receita Federal.

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *