Search
Close this search box.

Após “não” de Lula, governo do Rio Grande do Sul fica sem ajuda do Uruguai

Governo

Governo gaúcho “lamentou” negativa de Lula para receber suprimentos oferecidos pelo Uruguai para ajuda no resgate de vítimas

O governo do Rio Grande do Sul lamentou a recusa de ajuda oferecida pelo presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. O “não” ao apoio do país vizinho foi anunciado pelo Ministério da Defesa, que alegou não ter logística para receber aeronaves no estado gaúcho.

“Recebemos a informação extraoficial de que o comando no Rio Grande do Sul achou que não era necessária”, explicou o secretário-executivo do governo do Rio Grande do Sul. José Henrique Medeiros Pires. “Ressalvo que podem existir razões que desconheço. De qualquer maneira, lamento”, completou o secretário.

A resposta oficial do governo Lula foi dada pelo ministro José Múcio. Ele disse que o país já contava com uma aeronave de grande porte para realizar os resgates.

“O Brasil possui a aeronave KC 390 que atende a necessidade dos transportes, pois pousa em pista menor e transporta maior carga. O trabalho de resgate e apoio humanitário vem sendo feito com 243 embarcações e drones das Forças Armadas”, escreveu o ministério comandado por José Múcio.

Argentina também ofereceu ajuda ao governo brasileiro

Além do Uruguai, a Argentina também apresentou uma oferta de colaboração ao governo brasileiro. No pacote, o presidente Javier Milei incluiu o envio de policiais, especialistas em logística, ajuda humanitária, mergulhadores, purificadores de água e profissionais da saúde. Ainda não há resposta oficial do Ministério da Defesa sobre a ajuda argentina.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF