Search
Close this search box.

Apesar de onda de ataques do crime organizado, justiça volta a focar no 8 de Janeiro

As ações do crime organizado no Brasil não param de crescer, mas os holofotes não saem da atuação da Justiça contra os atos de 8 de janeiro, em Brasília.

Nesta sexta-feira, A Polícia Federal voltou às ruas de todo o país para deflagrar a oitava fase da Operação Lesa Pátria, criada para “identificar” pessoas que participaram, financiaram ou fomentaram as ações que culminaram com a depredação dos prédios públicos.

Segundo a PF, mais 32 mandados judiciais de prisão preventiva e 46 de busca e apreensão foram cumpridos em dez estados: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul; Rondônia e São Paulo.

Crime organizado é alvo da polícia em Natal

Embora as notícias deem maior destaque ao 8 de Janeiro, a polícia tenta neste momento conter a onda de ataques armada pelo crime organizado desde o início da semana na capital do Rio Grande do Norte e cercanias.

Nesta sexta-feira, a Operação Normandia cumpriu 54 mandados judiciais em 22 alvos, sendo 30 de prisões preventivas e 24 buscas. No total, 18 pessoas haviam sido presas até a tarde de hoje. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, mais de 150 policiais participam das ações nas cidades de Natal, Parnamirim e Nísia Floresta.

De acordo com os investigadores da operação realizada no Rio Grande do Norte, uma organização criminosa que atua no estado teria movimentado aproximadamente R$ 150 mil por mês apenas com tráfico e assaltos. Os valores seriam repassados a José Kemps Pereira de Araújo, de 45 anos, mais conhecido como “Alicate”.

Preso em janeiro, Alicate é apontado como um dos chefes do grupo. Na quarta-feira (14), ele foi transferido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, para o Presídio Federal de Mossoró, “por ser apontado como um dos mandantes dos ataques criminosos que vem ocorrendo no estado”.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *