Search
Close this search box.

Alexandre de Moraes manda bloquear R$ 40 milhões de suspeitos de financiar o 8 de janeiro

Alexandre de Moraes: muitas prisões a serem feitas

Alexandre de Moraes, relator do caso, mandou bloquear bens de supostos financiadores dos atos de vandalismo

A Polícia Federal voltou às ruas do país para cumprir 22 mandados de busca e apreensão referentes aos atos do 8 de Janeiro. A operação – a 11ª fase da Lesa Pátria – realizada nesta quinta-feira (11), mira suspeitos de terem financiado passagens, alimentação e outros itens aos detidos por vandalismo. Ao todo, foram bloqueados R$ 40 milhões de contas bancárias, com o intuito de “ressarcimento de danos”.

As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) nos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Segundo a Polícia Federal, os detidos na operação desta quinta-feira são acusados dos seguintes crimes: abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

Até a presente data, 1.390 já foram denunciados pela Procuradoria Geral da República (PGR) por envolvimento nos atos de 8 de janeiro. O número abrange detidos em flagrante e no dia 9 de janeiro, no acampamento do QG do Exército Brasileiro, em Brasília.

 

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF