Search
Close this search box.

Advogado de Jair Renan Bolsonaro reclama de falta de transparência da justiça

Bolsonaro

Advogado de Jair Renan Bolsonaro revela que não teve acesso aos autos do processo que investiga o filho do ex-presidente de envolvimento com venda ilegal de armas

 

Após quase uma semana, a defesa do assessor do senador Jorge Seif (PL-SC), Jair Renan Bolsonaro, ainda não obteve os detalhes sobre a acusação sofrida por seu cliente.

O filho mais novo do ex-presidente foi alvo de busca e apreensão da Polícia Civil em duas residências localizadas em Santa Catarina e Distrito Federal. Em ambos os casos, as autoridades levaram celulares e computadores pessoais de Jair Renan.

Por meio de nota, o advogado Admar Gonzaga, destacou que os autos só poderão ser acessados após consentimento do Ministério Público e diligências do delegado encarregado das investigações. Segundo Gonzaga, tal decisão violaria a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. 

“Destaque-se que foi realizado contato telefônico, em que foi informado que os advogados, ora impetrantes, apenas terão acesso após manifestação do Ministério Público e eventuais diligências do delegado”, apontou Admar Gonzaga em  um mandado de segurança apresentado nesta semana.

O texto ainda afirma que o ato “viola diretamente a súmula vinculante número 14 (STF) e o direito à ampla defesa, previsto no artigo 5°, inciso LIV, da Constituição Federal.”

Filho de Bolsonaro é suspeito de associação criminosa

Como o Paradoxo BR mostrou, a Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) promoveu prisões e diversas operações de busca e apreensão contra suspeitos de venda ilegal de armas. Um dos detidos foi Maciel Alves de Carvalho, que atuou como instrutor de tiro de Jair Renan.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *