Search
Close this search box.

A quem interessa manter as pessoas em estado de delírio constante?

Já se perguntaram a quem interessa manter as pessoas em um estado de delírio constante? Prometendo coisas que jamais irão se concretizar, baseados em ‘visão holística’ e confiança nas Instituições? Você sabe qual é a melhor forma de controlar seus opositores? Para quem esses YouTubers verdadeiramente trabalham? A quem esses agentes de desinformação ou de ilusão servem?

Manter a população anestesiada com promessas infundadas ajudou a esquerda implementar seu plano sem grandes problemas. Enquanto as pessoas estavam envoltas em uma bolha paranoica, pois lhes prometeram que um príncipe viria em seu cavalo branco e salvaria a todos, Lula adiantou seis meses de projetos em 60 dias.

“É só esperar, já está decidido”, “prepararam tudo”, “só mais 48 horas”, “Putin ligou para o Maduro e falou ‘não me faça ter que defendê-lo’, depois ligou para o Macron.”; “agora o General Heleno está no controle do país.”; “quando Lula pegar a faixa, o Exército assume”, “a posse foi falsa”. Frases ditas por diversos ‘influenciadores’ irresponsáveis e sedentos de PIX e superchats.

Hoje entendemos o choro de Bolsonaro na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) no dia 05/12. Ele sabia que seria traído por aqueles que usam a farda que ele tanto honra e defende. Ele sabe que aqueles formandos serão usados da forma mais cruel para agir contra o próprio povo. Assim como é em Cuba, China, Venezuela, Coreia do Norte, dentre outros. Hoje os três poderes falam em pacificação. Sabe o que significa essa pacificação? É somente uma definição bonita para corrupção, conchavos e troca de cargos.

Passamos por 60 dias de muita desinformação, mentiras e manipulação. Bolsonaro tentou, mas não teve o apoio necessário. Somente a Marinha estava ao lado do mandatário. O cenário estava se desenhando para a posse de Lula no dia 12/12, quando aconteceram as prisões, inclusive de um cacique. YouTubers seguiram brincando com a fé do povo, pedindo dinheiro que não foram destinados a acampamentos e sim para hotéis, baladas, passagens de aviões e afins enquanto Lula dominava o Estado e comprava parlamentares.

A situação chegou em um nível tão absurdo e o desequilíbrio emocional das pessoas estava tão alto que apenas falar sobre os crimes contra o povo que estavam acontecendo na transição do governo recém-empossado, já nos acusavam de ‘desestimular pessoas’. Ora, pessoas fazendo análises baseadas em confiança em Instituição e “visão holística” e acusando veículos de direita de “fake news” quando se noticiava algo — minimamente verificado e que foi concretizado dias depois — que contrariava a ‘visão holística’ do ‘comunicador’, seguiu enganando e ludibriando centenas de pessoas enquanto Lula inchava o Estado sem ter uma frase combativa contra tudo isso. Atitude de moleque egóico e irresponsável. Visão holística e confiança não analisam cenários políticos. O que analisa cenário são as ações que se apresentam. É o movimento político.

Refaço a pergunta: A quem interessa ludibriar as pessoas? Por que falar que uma notícia verificada em um veículo de direita é falsa sem ter fontes ou forma de verificar? A quem interessa tirar a credibilidade das mídias independentes? Por que não pegar uma notícia e falar sobre estratégias para contornar o fato concretizado, ao invés de acusar baseado em “vozes da minha cabeça”?

A resposta é simples: Servem a uma estrutura de poder que, para ser implementada sem resistência, precisa que a população esteja envolta a uma cortina densa de fumaça, com crenças delirantes, esperando um salvador.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *