Search
Close this search box.

8 de Janeiro: Moraes volta a fazer campanha para emplacar censura nas redes sociais

8 de Janeiro

No evento “Democracia Inabalada”, Alexandre de Moraes prega censura nas redes e continuidade de prisões ligadas ao 8 de Janeiro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Alexandre de Moraes voltou a citar os incidentes do 8 de Janeiro para sugerir um sistema de censura nas redes sociais. Para Moraes, as plataformas foram “cruciais” para a ocorrência das  invasões um ano atrás e precisam ser “regulamentadas” e 

“A ausência de regulamentação e a inexistente responsabilização das plataformas, somadas à falta de transparência na utilização da inteligência artificial, tornaram os usuários sucessíveis a demagogia e a manipulação política, possibilitando a livre atuação do novo populismo digital extremista e de seus aspirantes a ditadores”, disse Moraes durante o evento “Democracia Abalada”, realizado nesta segunda-feira (8), no Congresso Nacional.

8 de Janeiro: “Paz não é sinônimo de impunidade”

Alexandre de Moraes também deu sinais de que os inquéritos aos quais ele é relator no STF não possuem data para acabar, e continuarão a ser usados para processar e prender adversários políticos do governo Lula.

“A impunidade não representa paz nem união. Todos, absolutamente todos, que compactuaram com a quebra da democracia e a tentativa de instalação de um Estado de exceção, serão devidamente investigados, processados e responsabilizados na medida de suas culpabilidades”, reiterou.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine nosso boletim informativo.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite 20% OFF